quarta-feira, 6 de setembro de 2017

CHEGA DE IMPROVISO: O BRASIL PRECISA DE ADMINISTRADORES

CFA



Dia 09 de Setembro o Brasil comemora o DIA DO ADMINISTRADOR. Em 09 de Setembro de 1965 foi regulamentada a profissão por meio da lei nº 4.769. Neste ano comemoramos 52 anos. O Conselho Federal de Administração - CFA lançou campanha “improviso nem sempre dá certo” (imagem acima) para sensibilizar a sociedade sobre a importância da profissão.

São 348.346 administradores pessoa física registrados no sistema CRAs/CFA, mais 41.015 empresas que prestam serviços com obrigatoriedade de registro, entre elas consultorias, agências de recursos humanos, realizadoras de concursos. Em 2016 o Brasil tinha 710.984 estudantes de Administração (MEC, Censo da Educação Superior). Entraram para o mercado de trabalho entre 2009 e 2016 quase 1 milhão de administradores formados (940.176).

Devemos ter mais de 5 milhão de pessoas no Brasil que um dia dedicou 4 anos de sua vida para estudar como conseguir conduzir uma organização ao desenvolvimento contínuo e sustentável. É MUITO ADMINISTRADOR!! Deveríamos ser os profissionais mais respeitados, compreendidos e cobrados deste país. Mas, infelizmente não somos.

 


São muitos os motivos da falta de valorização da profissão. Forma-se muito, forma-se mal. Muitos estudam administração para apenas “ter um curso superior”. A péssima qualidade de muitos afetam a imagem da profissão perante a sociedade. Falta regulamentações mais detalhadas: temos o decreto 61.934 de 1967, a lei é de 65, precisam de revisões. O sistema CRAs/CFA fiscalizam o exercício ilegal, mas ainda carecem de mais fiscais. MAS OS PRINCIPAIS MOTIVOS DA FALTA DE VALORIZAÇÃO DO ADMINISTRADOR ADVÉM DA CULTURA E DOS RESULTADOS PERCEBIDOS COMO ALCANÇADOS POR ESTES PELA SOCIEDADE.

Existe na sociedade brasileira e mundial a CULTURA DA “MERITOCRACIA GERENCIAL”. Dentro de uma organização os diretores, gerentes, supervisores, coordenadores, chefes (cargos de Administrador) são os profissionais mais importantes e bem pagos. Afinal são eles quem tomam as decisões e são responsabilizados pelo sucesso ou fracasso, “não é mesmo”? TODOS QUEREM SUBIR NA CARREIRA. E o que isto significa: VIRAR CHEFE, OU EM OUTRAS PALAVRAS ADMINISTRADOR. A carreira vertical que premia qualquer trabalhador operacional, técnico, de qualquer profissão ou formação ao cargo de Administrador. A carreira é um funil. Muitos na base, poucos no topo, e este topo é a ADMINISTRAÇÃO.

Quem disse que tem que ser assim? A ciência da administração vem testando outras formas de estrutura organizacional a alguns anos. Estrutura horizontal com equipes auto-gerenciáveis: menos chefes, liderança compartilhada e situacional. Carreira em Y: O TRABALHADOR PODE CRESCER PARA CARREIRA GERENCIAL OU TÉCNICA (ESPECIALISTA), a remuneração e o status deve ser igual ou muito próximos nestes casos. Na carreira em Y um bom padeiro não precisa virar chefe dos outros padeiros se não tiver conhecimento e habilidades para tal, mas pode virar o especialista em padaria: aquele que emprega conhecimentos específicos sobre panificação para analisar projetos ou os produtos feitos pelos outros padeiros. E assim vale para psicólogos, assistentes sociais, advogados, médicos …

OS RESULTADOS. Ah! Os resultados … Qualquer pessoa com qualquer formação pode conseguir bons resultados exercendo a chefia, sendo administrador. ASSIM COMO QUALQUER PESSOA PODE CONSEGUIR BONS RESULTADOS CURANDO OU SE AUTO CURANDO DE UMA DOENÇA. Isto não garante que ela sempre conseguirá bons resultados. Isto não garante que ela conseguirá resultados melhor do que quem se formou para tal: nos exemplos administradores e médicos.

A COMPLEXIDADE DO CONTEXTO AUMENTA A PROBABILIDADE DE FRACASSO DA PESSOA SEM FORMAÇÃO. Cura-se de uma dor de cabeça através da auto medicação, não de um câncer. Consegue-se “satisfação” dos usuários ou clientes de uma “vendinha” qualquer, não de uma organização com atuação global ou de uma instituição pública com milhões de usuários com necessidades e perfis diferentes; ATÉ PODE CONSEGUIR, MAS VAI TER QUE ESTUDAR administração mercadológica, posicionamento, comportamento do consumidor ou usuário, gestão de relacionamento, comunicação e tantos outros assuntos inerentes ao tema do exemplo.

Temos bons resultados alcançados por administradores na iniciativa privada, falta bons resultados no setor público. INFELIZMENTE OS CARGOS DE ADMINISTRAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS SÃO OCUPADOS POR INDICAÇÃO POLÍTICA, que pese fiscalização em concursos.

O Brasil é bem administrado? Temos muito a evoluir. Convido você a acompanhar este blog. Compartilhar suas boas práticas de gestão.

Neste blog já foi apresentado artigos importantes sobre grandes temas para o Brasil ser bem administrado na Assistência Social:
- Qualidade do serviço do Conselho Tutelar:
- Alinhamento da necessidade dos brasileiros com os serviços da Assistência Social
- Como aumentar a receita orçamentária municipal sem aumentar impostos 


BIBLIOGRAFIA

http://www.cfa.org.br/fiscalizacao/relatorio_geral-julho.pdf .

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=71231-tabelas-censo-educacao-superior-2016-pdf&category_slug=agosto-2017-pdf&Itemid=30192.